INTERVENÇÃO CÍVICA EM DEFESA DO PATRIMÓNIO

Em 2012 a ASPA comemorou 35 anos de intervenção em Braga. Criou, nessa data, este blogue.
Em 2017 comemora 40 anos de intervenção.
Numa cidade em que as intervenções livres dos cidadãos foram, durante anos, ignoradas, hostilizadas ou mesmo reprimidas, a ASPA, contra ventos e marés, sempre demonstrou, no terreno, que é verdadeiramente uma instituição de utilidade pública.
Numa época em que poucos perseguem utopias, não queremos descrer da presente e desistir do futuro, porque acreditamos que a cidade ideal, "sem muros nem ameias", ainda é possível.
DEZEMBRO DE 2013
O novo executivo municipal suspende o PDM na área da ZEP das Sete Fontes.
Foi dado o 1º passo e há, finalmente, a esperança para o Monumento Nacional.

JUNHO DE 2015
O PDM aprovado na Assembleia Municipal de Braga prevê área de construção em ZEP do Monumento Nacional.
Novamente um futuro incerto para o Complexo das Sete Fontes?!

MARÇO de 2016
Publicada a Declaração nº16/2016, de 3 de março, que revoga o despacho que aprovou a constituição de faixa de reserva "non aedificandi" para o lanço da EN 103-Variante de Gualtar, entre o Nó do Hospital e o Nó Norte (Nó do Fojo).
É o fim da variante que atravessaria o Complexo das Sete Fontes e tanto preocupava os defensores do Monumento Nacional.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

UMA HORTA EM CASA

Semear, ver crescer as plantas e utilizá-las para fins alimentares ou medicinais, ainda está ao alcance de quem vive na cidade. UMA HORTA EM CASA pode ser a solução para quem não desistiu desse sonho.
Ampliar
                                                   

segunda-feira, 20 de abril de 2015

ENTRE ASPAS - "Sinalética urbana e a descoberta do património"

Braga não tem uma estátua que evoque vivências  de Bracara Augusta, da Braga Medieval ou Barroca, nem painéis informativos que incentivem à descoberta dos monumentos dessas épocas. Não tem representações físicas que relembrem aos turistas que nos visitam ao longo do ano, que se justifica voltar na Semana Santa, na Braga Romana, no São João, na Braga Medieval (evento já realizado e, lamentavelmente, abandonado). Não tem sinalética global apelativa, em locais centrais, que desafie e oriente os visitantes à descoberta da cidade e do concelho.
                                                                       Ampliar
Diário do Minho - 20 abril 2015

segunda-feira, 6 de abril de 2015

ENTRE ASPAS - "Revistas culturais minhotas"

No Minho, em 2014, publicaram-se nove revistas dedicadas à cultura e estudos locais...
Diário do Minho - 5 abril 2015

sexta-feira, 3 de abril de 2015

SEMANA SANTA

Na Semana Santa bracarense, que está prestes a terminar, destacamos a importância da informação divulgada através da exposição patente ao público no Salão Medieval, do Largo do Paço. 
Explica cada uma das procissões e o significado dos farricocos e apresenta, também, documentos alusivos à história dos principais momentos vividos na Semana Santa,  entre os séc. XVI e XIX. Contém informações essenciais à compreensão deste evento, de cariz religiosa, que tantos turistas atrai à cidade.




quinta-feira, 2 de abril de 2015

BRAGA TOP SECRET - segredos de Braga

A revista VISÃO desafia os leitores à descoberta de Braga. 
O livro "Braga Top-Secret", recentemente publicado pelo Centro Atlântico, é um cartão de visita para a descoberta de Segredos de Braga. Segredos nem sempre escondidos, mas que passam despercebidos nos percursos que fazemos pela cidade.